O sentimento de rejeição afetou a vida de Lysa TerKeurst desde que ela foi abandonada pelo pai, quando era criança. Porém, Deus a curou e a livrou dessa prisão emocional.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN TODAY

2597640184-lysa-terkeurst

Lysa admitiu que lutou com o medo de ser rejeitada, até que ela chegou a fase adulta de sua vida. (Foto: Divulgação).

A rejeição é um sentimento que ninguém deseja experimentar, mas, às vezes, pode fazer parte das nossas vidas. Então, de que modo Deus lida com a rejeição? Uma mulher cristã, com um doloroso passado, pode dizer como.

Durante muito tempo, Lysa TerKeurst sentiu que ninguém queria estar com ela. Este sentimento surgiu em sua infância, desde que seu pai abandonou sua casa e nunca mais voltou.

“Eu não percebi o quanto a rejeição tinha entrado no meu coração, até cinco anos atrás”, disse Lysa ao canal Christian Broadcasting Network. “Essa mentira me dizia que eu não era boa o suficiente e afetou todos os meus relacionamentos”, contou.

Lysa lutou contra o medo de ser rejeitada até chegar a fase adulta de sua vida. “Se conectar com outra pessoa pode ser algo bem difícil. A mentira pode se alojar em nós e dificultar as coisas, ditando o nosso pensamento sobre nós mesmos e em cada relacionamento futuro”, disse ela.

Em meio a seu desânimo, Lysa se apegou à fé em Deus. “A rejeição não é apenas um sentimento emocional. É uma mensagem que altera o que você acredita sobre si mesmo”, pontuou. “A verdade é que o Senhor me escolheu como um tesouro mais precioso. Agradeço a Deus quando Ele me diz ‘ainda não’. Embora isso não seja o que quero no momento, é exatamente do que preciso.”

Libertação

Lysa contou uma história poderosa de quando ela visitou o Jardim do Getsêmani há alguns anos, onde Jesus Cristo orou e passou seus últimos momentos na Terra antes de ser crucificado.

“A primeira vez que eu fui no Jardim do Getsêmani, as lágrimas corriam pelo meu rosto”, lembrou. A cristã disse que teve uma visão surpreendente no local sagrado.

“Eu me vi olhando para o meu pai, e era como se eu suplicasse para ele me descrever uma cena de amor. Ao invés disso, ele escolheu a rejeição”, ela compartilhou. A partir de então, a jovem disse que ela parou de ser presa ao passado e escolheu seguir em frente, com uma fé forte em Deus.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.