Uma reflexão sobre …

Fonte: S Ferreira

maxresdefault

Concílio após concílio, a Igreja Católica impunha restrições aos direitos civis dos judeus que se igualavam em tudo às medidas tomadas pelo Partido Nazista quando esteve no poder. A tabela a seguir sumariza algumas dessas medidas:
Sínodo
Catolicismo
Nazismo
Sínodo de Elvira, em 306
Proibição de casamentos e relações sexuais entre cristãos e judeus e proibição aos judeus de comerem junto com cristãos.
Em 15 de setembro de 1935:
O nazismo fez o mesmo, criando a lei de proteção ao sangue e honra dos alemães.
Sínodo de Clermont, em 535
Exclusão dos judeus de todas as funções públicas
7 de abril de 1933:
O Nazismo fez o mesmo, criando a Lei para a restauração do serviço público profissional.
Sínodo de Orleans, em 538
Proibição aos judeus de terem empregados cristãos.
15 de setembro de 1935:
O Nazismo fez o mesmo, com sua Lei para a Proteção do Sangue Alemão e Honra Alemã.
Sínodo de Orleans, em 538
Proibição aos judeus de aparecerem nas ruas durante a Semana Santa.
03 de dezembro de 1938:
O Nazismo fez o mesmo, com um decreto que autorizava as autoridades locais proibirem os judeus de aparecem nas ruas durante certos feriados.
XII Concilio de Toledo, 681
Destruição do Talmud e outros livros judaicos.
Os nacionais-socialistas fizeram o mesmo em toda a Alemanha.
Sínodo de Trulanic 692
Proibição aos cristãos de se tratarem com médicos judeus.
25 de julho de 1938:
Cria-se um decreto nazista estabelecendo o mesmo.
Sínodo de Narbonne 1050
Proibição a cristãos de conviverem com famílias judias.
28 de dezembro de 1938:
O nazismo faz o mesmo, criando a Diretiva de Goering, proibindo a concentração de judeus em casas residenciais arianas.
Sínodo de Szabolcs,  1092
Proibição de trabalhar aos domingos
Idem.
Terceiro Concilio de Latrão, em 1179
O Canon 26 proíbe judeus de deporem contra cristãos em tribunais.
9 de setembro de 1942:
O nazismo faz o mesmo, com a Proposta de Chancelaria do Reich, impedindo os judeus de executarem ações civis na Justiça.
Terceiro Concílio de Latrão, em 1179
Judeus são proibidos de receber herança de cristãos.
31 de Julho de 1938:
Novamente, o nazismo toma a mesma medida, criando um decreto que permite ao Ministério da Justiça substituir as vontades que ofendem o “bom senso das pessoas”.
Quarto Concílio de Latrão, em 1215
Estabelece o uso obrigatório de um símbolo a ser usado pelos judeus em sua vestimenta como marca de identificação.
01 de setembro de 1941:
O nazismo faz o mesmo.
Concilio de Oxford, em 1222
Proibição de construir novas sinagogas.
Idem.
Sínodo de Viena, em 1267
Proibição a cristãos de assistirem as cerimônias judias.
Proibição aos judeus de discutir doutrinas da religião cristã com cristãos do povo.
24 de outubro de 1941:
O nazismo faz o mesmo, proibindo aos arianos de manterem quaisquer relações amistosas com os judeus.
Sínodo de Breslau, em 1267
Se estabelece o confinamento de judeus em guetos obrigatórios.
21 de setembro de 1939:
Inicia-se a Ordem de Heydrich, definindo o aprisionamento de judeus em guetos.
Sínodo do Ofen, em 1279
Proibição aos cristãos de venderem ou alugarem bens imobiliários a judeus.
Idem.
Sínodo de Lavour, em 1368
Proibição de vender ou transferir aos judeus objetos pertencentes à Igreja.
Proibição de vender ou transferir aos judeus objetos pertencentes ao estado nazista.
Concílio de Basileia, em 1434
Proibição aos judeus de agirem como intermediários em transações comerciais, imobiliárias ou contratos de casamentos.
Idem.
Concílio de Basileia, em 1434
Proibição de dar títulos acadêmicos a judeus.
25 de Abril de 1933:
O mesmo faz o nazismo, retirando os judeus de todas as escolas e universidades.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.