Existem cerca de 110 mil judeus vivendo no Brasil e, dentre eles, 500 voltaram para Israel em 2015. A expectativa é que o número dobre em 2016.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA

2348334928-judeus-em-israel

Observar o retorno do povo judeu é, literalmente, assistir a profecia bíblica se desdobrando. (Foto: Reprodução).

A primeira dispersão do povo judeu, chamada de diáspora, aconteceu em 586 a.C. Nesse período, Nabucodonosor II, que era imperador da Babilônia, invadiu o reino de Judá. A segunda diáspora aconteceu em 70 d.C, quando os romanos destruíram Jerusalém, e durou quase dois mil anos.

Depois que o Estado de Israel foi instituído, em 1948, a segunda diáspora teve fim. Apesar disso, mesmo com o fluxo constante de judeus voltando a Israel, muitas famílias permaneceram espalhadas ao redor do mundo.

Para que se tenha uma ideia melhor dessa proporção, na última décadafoi registrada uma população de 6 milhões de judeus em Israel. Em contrapartida, 5,5 milhões de judeus radicados viviam nos Estados Unidos.

O regresso dos judeus

O regresso dos judeus para seu país de origem se deu de forma lenta, mas o movimento tem se acelerado notavelmente nos últimos anos. Tal ação já era prevista pela Bíblia. No Brasil, nos últimos três anos, o fluxo de judeus voltando à Israel aumentou 100%.

De acordo com os dados da última pesquisa feita pela Federação Israelita do Estado de São Paulo, existem cerca de 110 mil judeus vivendo no Brasil. Desse montante, 500 voltaram à Israel em 2015. A expectativa é que o número dobre em 2016.

Neste ano, a União Internacional de Cristãos e Judeus (UICJ) desembarcou no Brasil para ajudar, de forma ativa, famílias judias brasileiras a voltarem para Israel. A entidade já desenvolveu cerca de 400 projetos humanitários com judeus ao redor do mundo.

“Um dos projetos da UICJ mais populares no mundo é o de ajuda a judeus a retornarem ao país de origem. A estimativa é que, até o final de 2016, 100 famílias judias brasileiras retornem para Israel com a nossa ajuda”, explica Michel Freller, diretor executivo da UICJ no Brasil.

A UICJ foi fundada em 1983 pelo rabino Yechiel Eckstein, nos EUA, com a finalidade de construir pontes de cooperação entre Judeus e Cristãos. Com cerca de 1,5 milhões de doadores ao redor do mundo, sendo destes 99% cristãos, a UICJ mantém mais de 400 projetos humanitários em Israel com foco nos Judeus que vivem em extrema necessidade.

Dos EUA para Israel

De acordo com o site CBN News, observar o retorno do povo judeu é assistir a profecia bíblica se desdobrando, com base nos textos do Antigo Testamento nos livros de Isaías, Jeremias e Ezequiel. Esse movimento é potencializado com iniciativas como as do projeto “Operation Exodus” (“Operação Êxodo “, em português), uma organização que ajuda judeus que vivem nos Estados Unidos a se deslocarem para Israel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.