Ele está em liberdade há dois anos e já alcançou mais de 100 muçulmanos com sua pregação

Fonte: GospelPrime

por Leiliane Roberta Lopes

Cristão condenado por blasfêmia continua pregando na Indonésia

Um ex-muçulmano que vive na Indonésia foi condenado à prisão por “falsos ensinamentos”. O homem e seu irmãos foram processados por vizinhos após o batismo de um adolescente da família.

Rudi, nome fictício para preservar sua identidade oficial, é um antigo estudioso muçulmano e filho de um famoso líder da religião no Oeste de Java, o que agravou ainda mais sua condição, já que no país há a lei de blasfêmia.

Condenado há três anos de prisão, Rudi contou com o apoio da Portas Abertas, que ajudou também o seu irmão com apoio jurídico e suas famílias com apoio financeiro.

Os filhos de Rudi sofreram muito com a condenação do pai, ficaram sem frequentar a escola e precisaram se mudar diversas vezes para não serem atacados por conta da religião.

“Aqueles tempos eram difíceis. Eu sentia como se nós não pertencêssemos a lugar algum. Eu não tinha amigos, nem casa ou escola”, relembra a filha do cristão.

Em liberdade há dois anos, Rudi se lembra da prisão com um processo de aprendizado. “A provação me permitiu experimentar um pouco do que Jesus passou. Eu sou grato por isso. O fato de eu ter sofrido por Cristo significa que estou no caminho certo”, disse.

Desde que deixou a cadeia, Rudi tem compartilhado a mensagem do Evangelho de Cristo e já alcançou mais de 100 muçulmanos mesmo estando com a saúde debilitada.

Hoje ele e sua família vivem em uma casa pequena e seus filhos já podem frequentar a escola.

“Nossa casa não é grande, mas estamos felizes aqui. Nesta cidade, as crianças podem ir à escola sem medo de serem rejeitadas. Elas podem ser quem realmente são”, diz a esposa de Rudi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.