“Quanto mais eu penso no meu pai, mais eu sinto saudade; eu sei que ele está sofrendo por causa da nossa fé em Cristo e confesso estar orgulhoso dele”

4586372

Alimjan Yimit* é um líder cristão chinês atuante em seu país e que já levou muitos muçulmanos ao cristianismo através da pregação da Palavra. Ter esse papel na China é uma tarefa difícil, já que a nação ocupa o 33º lugar na atual Classificação da Perseguição Religiosa e tem hostilizado os cristãos das piores formas. Infelizmente, Yimit foi preso pelas autoridades chinesas. Da prisão, ele continua cuidando da sua esposa e filhos, dando conselhos e encorajando-os a seguir em frente, firmes na fé e perseverantes. Mesmo encarcerado, ele continua sendo um pai e um marido exemplar.

Recentemente, a Portas Abertas esteve visitando sua família que deu importantes declarações sobre a realidade que tem vivido com a ausência de Yimit. “Apesar dos momentos difíceis, temos a alegria do Senhor em nossas vidas. Regularmente, temos encontros com os irmãos na fé e sempre compartilhamos nossos pensamentos e sentimentos. Eles oram por nós. Sem suas orações não poderíamos suportar”, disse a esposa Gulnur*. O casal tem dois filhos que sentem muito a falta da figura paterna no lar. O mais velho tem 15 anos e sempre se lembra dos momentos preciosos que viveram em sua infância. “Quanto mais eu penso no meu pai, mais eu sinto saudade. Eu sei que ele está sofrendo por causa da nossa fé em Cristo e confesso estar orgulhoso dele”, disse o filho. Ele apenas lamenta que seu irmão mais novo (8 anos) esteja crescendo sem ter bons momentos com o pai, como os que ele teve. “Ele tinha apenas 1 ano quando meu pai foi preso e mal consegue se lembrar do rosto dele”, disse.

Gulnur e os meninos foram autorizados a visitar Yimit há 11 meses. “Não podemos fazer visitas frequentes, e mesmo que pudéssemos, não é bom levantar suspeitas das autoridades, já que continuamos pregando o evangelho”, explicou a esposa que se disse apaixonada por poder converter muitas vidas a Cristo. “Louvado seja o Senhor. Tanto minha mãe quanto minha sogra se converteram e estão firmes na fé e seus testemunhos são lindos”. A família segue em frente, aguardando a volta de Yimit. “Nossa fé está em Jesus. Meu marido sempre pede para que eu cuide bem dos nossos filhos e os ensine sempre a servir a amar a Deus. Eu faço a minha parte da melhor maneira e sempre deixo a casa arrumada como se ele fosse voltar hoje. Eu aguardo o meu marido e pai dos meus filhos assim como eu aguardo a volta de Cristo”, conclui Gulnur.

*Nomes e foto alterados por motivos de segurança.

FontePortasAbertas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.