Louve a Deus por isso, mas continue orando pela saúde da cristã que está se deteriorando a cada dia em razão da greve

4578300 (1)

Amigos e familiares de Maryam Naghash Zargaran estão aliviados por saber que ela não está mais em greve de fome. A cristã recebeu licença médica por uma série de problemas de saúde em junho de 2016. Em 27 de junho, ela voltou para a prisão de Evin, em Teerã, para continuar cumprindo sua pena de quatro anos sob a acusação de “agir contra a segurança nacional”.

Maryam foi presa em janeiro de 2013 por causa da ligação do seu trabalho em um orfanato com o cristão Saeed Abedini, que também foi preso, mas libertado em janeiro desse ano. A cristã, que já havia entrado em greve de fome quando seu pedido de licença médica foi negado, iniciou outra greve de fome em favor de um tratamento médico adequado por causa dos seus sérios problemas de saúde, o que até então estava sendo negligenciado. Mas, no dia 7 de junho, a matéria Maryam Zargaran conseguiu licença médica, informou que a cristã havia recebido permissão de sair da prisão para receber tratamento médico.

Em 20 de julho, funcionários da prisão examinaram Maryam e forneceram um relatório médico confirmando a gravidade do seu estado. Houve um novo pedido de libertação, que foi negado mais uma vez por um tribunal iraniano a pedido do Ministério da Inteligência do Irã. A Portas Abertas tem relatos de que a saúde de Maryam deteriorou-se consideravelmente durante a greve de fome, sua pressão arterial caiu, ela teve dores e dormência nos pés – possivelmente primeiros sinais de esclerose múltipla – e sofreu problemas psicológicos como consequência da prisão. A sua intercessão por ela e por seu caso continua sendo de grande valor.

Pedidos de oração

  • Peça pela saúde, recuperação e fortalecimento de Maryam.
  • Ore também pelos amigos e familiares dela. Eles pedem para que as orações não cessem. Que o Espírito Consolador esteja com eles.
  • Interceda por aqueles que possuem a responsabilidade de conceder a liberdade a nossa irmã. Que seus corações sejam tocados por Deus.
  • Clame por justiça e misericórdia no Senhor para os casos dos mais de 90 líderes e pastores presos no Irã.

FontePortasAbertas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.