Os mergulhadores David Boudia e Steele Johnson têm chamado a atenção por destacarem que sua identidade não define pelo esporte, mas sim por Jesus Cristo.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO CHRISTIAN POS

1326338582-david-boudia-e-steele-johnson

David Boudia (esquerda) e Steele Johnson (direita) sobem ao pódio para receberem suas medalhas de prata. (Foto: SB Nation)

Mesmo que o futebol americano não seja um esporte olímpico, dois jogadores bem conhecidos da NFL (Liga Nacional de Futebol Americano) dizem ter sido inspirados por dois membros da equipe olímpica de salto ornamental dos EUA, que estão aproveitando todas as oportunidades para expressar publicamente a sua fé cristã.

Prince Amukamara, um ‘cornerback’ de 27 anos que joga para o ‘Jacksonville Jaguars’, compartilhou em uma postagem do Twitter, sua admiração pelos mergulhadores Olímpicos David Boudia e Steele Johnson, depois de vê-los dar uma entrevista para a TV, durante os jogos do Rio de Janeiro.

“Amei a entrevista dos mergulhadores olímpicos dos EUA”, escreveu o cornerback. “A identidade deles não está no mergulho, mas sim em Cristo!”.

Colega de Amukamara, o jogador cristão e também astro da NFL, Benjamin Watson leu o tweet de Prince e concordou.

“Tão bom, tão verdadeiro, grande perspectiva! @USADiving”, escreveu Watson.

Watson e Amukamara foram inspirados por Boudia e Johnson, que ganharam uma medalha de prata durante a competição masculina de salto ornamental sincronizado de 10 metros. Depois de receberem suas medalhas, ambos falaram sobre a importância de se concentrarem mais em Jesus Cristo do que na pressão de ganhar nos jogos Olímpicos. Uma foto dos dois orando com seu treinador também acabou emocionando a internet.

“É apenas uma crise de identidade. Quando minha mente está nisto [mergulho], e eu penso que sou definido por isto, em seguida, minha mente enlouquece”, disse Boudia, depois de ganhar a medalha de prata. “Mas nós dois sabemos que nossa identidade está em Cristo, e estamos agradecidos por esta oportunidade de mergulhar, enquanto o Brasil e também os Estados Unidos nos assistem. Foi um momento absolutamente emocionante para nós”.

Johnson tem sido igualmente vocal sobre sua fé que ele compartilha com Boudia a quem considera um mentor.

“A maneira como David acabou de descrever foi impecável – o fato de que eu estava vindo para este evento, sabendo que minha identidade está enraizada em Cristo e não no resultado desta competição apenas me deu paz … e me permitiu aproveitar a competição”, disse Johnson sobre seu parceiro. “Se algo não vai bem, eu ainda posso encontrar alegria porque estou nos Jogos Olímpicos, competindo ao lado da melhor pessoa, o melhor mentor – simplesmente uma das melhores pessoas para estar junto. Deus nos deu uma grande oportunidade. Estou feliz em poder conquistar uma medalha de prata olímpica em meu primeiro evento”.

Depois de ganhar uma medalha de bronze e de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012, a jornada de fé de Boudia está bem documentada em seu novo livro ‘Greater Than Gold: From Olympic Heartbreak to Ultimate Redemption’. Nas páginas, ele revela que progrediu nos Jogos Olímpicos depois de construir um relacionamento com Deus.

“Em sua primeira Olimpíada, ele falhou miseravelmente, não ganhou nenhuma medalha. Quatro anos mais tarde vemos uma história diferente: Ele subiu ao pódio duas vezes, ganhando ouro e bronze”, diz uma descrição do livro. “A diferença? Nos anos seguintes, ele tinha mudado o foco de sua missão: em vez de buscar glória para si mesmo, decidiu dar glórias a Deus”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.