“Eu penso que o amor de Deus pode mudar tudo à nossa volta; eu costumo orar e pedir proteção e sabedoria durante essa festa”

27_Egypt_2015_0340100954 (1)

O Ramadã é um dos períodos mais difíceis para os cristãos que vivem no Oriente Médio, principalmente nas aldeias, onde o islã é cumprido de forma ainda mais rigorosa. “Nós tentamos não aparecer muito durante esse mês, para evitar conflitos. Comer ou beber na frente dos muçulmanos pode até ser um insulto durante essa celebração”, disse um cristão egípcio. Por outro lado, há jovens cristãos que aproveitam a data para evangelizar nas ruas e alguns mais ousados até preparam uma mesa especial para eles depois do pôr do sol, gratuitamente.

“É tão maravilhoso quando os cristãos trabalham com tanto empenho, servindo refeições para demonstrar o amor de Jesus. Sei que isso causa um grande impacto nos corações de muitos muçulmanos. Já ouvimos vários testemunhos deles, agradecendo por esse gesto”, disse um dos jovens. Há muitos cristãos que jejuam nessa época, com o propósito voltado para os islâmicos, desejando que eles se convertam e que haja paz entre eles.

Hany*, um líder cristão egípcio, recentemente foi entrevistado e questionado sobre o que sentia nessa época do ano. “Eu penso que o amor de Deus pode mudar tudo à nossa volta. Eu costumo orar e pedir proteção e sabedoria durante essa festa. É um mês muito difícil para nós, nossas refeições são silenciosas e o clima chega a ficar pesado, mas temos que agradar a Deus com as nossas atitudes. Estou ansioso para ver quais portas Deus abrirá para nós, nesse Ramadã, pois sei que haverá oportunidades de compartilhar o evangelho”, conclui Hany.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Pedidos de oração
● Durante o Ramadã, ore pela segurança dos cristãos egípcios e também para que sejam ousados e destemidos no trabalho de evangelização.
● Peça ao Senhor que a luz de Cristo brilhe sobre essa nação e que muitos muçulmanos se convertam através dos testemunhos cristãos.
● Ore pelo crescimento da igreja no Egito e pelo fortalecimento daqueles que abraçaram o cristianismo recentemente.

Fonte: Portas Abertas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.