A perseguição é intensa, mas mesmo assim a igreja está crescendo rapidamente

4561994

A Ásia Central é uma região repleta por estepes (solos descobertos e áridos), montanhas e desertos, com mudança constante de clima, o que força os movimentos migratórios de seus habitantes. Em algum momento da história, chegou a ter um governo central e muitos países unificados, por volta do século 8. Hoje, porém, se divide em diversos países, sendo os principais: Cazaquistão (42º na atual Classificação), Tajiquistão (31º), Turcomenistão (19º), Uzbequistão (15º) eQuirguistão (48º em 2012). Partes de alguns outros países chegam a compor também a Ásia Central, como é o caso do Afeganistão (4º), China (33º), Índia (17º),Irã (9º), Mongólia, Paquistão (6º) e Rússia.

Perceba que quase todos esses países fazem parte da atual Classificação da Perseguição Religiosa, compondo a lista das nações que tratam os cristãos com hostilidade. Embora os cidadãos sejam obrigados a migrar de um país para o outro, devido ao clima instável, não existe um local seguro para eles. Para onde eles fugirem, vão encontrar um governo que condena sua religião e sua decisão de seguir a Cristo. De acordo com os relatórios da Portas Abertas, a igreja é relativamente jovem em todas essas nações, então os desafios evangelísticos são inúmeros. Há cerca de 20 anos, pequenas igrejas nativas passaram a existir nesses países que viviam debaixo de um pesado comunismo.

Atualmente, esse não é mais o sistema de governo desses países, o que veio substituir o antigo comunismo é um nacionalismo polarizador e perigoso, que tenta preencher o vácuo do comunismo com sua paranoia ditatorial. Ou seja, não houve muitas mudanças, principalmente para as minorias religiosas. A perseguição é intensa, mas mesmo assim a igreja está crescendo rapidamente. Você sabe do que mais esses cristãos precisam para manter a igreja viva dentro desse clima de repressão? Eles precisam de proteção, principalmente de Deus, além de oportunidades de emprego, pois a vida econômica deles é bem precária. Eles também precisam de treinamento para seus líderes, de forma que estejam preparados para enfrentar a perseguição. Juntos, nós podemos estender as mãos para eles e ajudá-los de várias maneiras, principalmente, orando e intercedendo para que sejam fortes e destemidos na pregação do evangelho. Lembre-se sempre deles em suas orações.

Doe uma Bíblia à um cristão perseguido da Ásia Central
O projeto envolve tradutores e editores que preparam impressos, e-books e livros em diferentes idiomas presentes na Ásia Central. A distribuição é feita com bastante cautela já que a legislação desses países asiáticos é muito rigorosa. Só em 2014, a Portas Abertas distribuiu mais de 3 milhões de Bíblias e livros para a Igreja Perseguida. Se você também quer abençoar um cristão perseguido com uma Bíblia,
clique aqui.

FontePortasAbertas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.