O pai coloca uma bandeira palestina nas mãos do garoto de apenas 3 anos e o empurra em direção aos soldados israelenses (IDF). Em vez de atirar, um soldado estende a mão e conversa com a criança.

FONTE: GUIAME

download

 

Uma cena registrada por um soldado israelense está gerando revolta entre os internautas de diversos países. No vídeo compartilhado pelo soldado israelense Leibel A. Mangel, um palestino arrisca a vida do próprio filho de três anos de idade para tentar forjar um ‘flagrante’.

O pai coloca uma bandeira palestina nas mãos do garoto e o empurra em direção aos soldados israelenses (IDF), para então poder gravar um flagrante de seu filho sendo baleado por um oficial do exército de Israel.

“Este é um menino, mate-o, você está familiarizado com isso. Atire!”, diz o pai para um dos soldados israelenses, que está próximo a um jipe de sua tropa.

“Levante a bandeira, levante! Você não entende?”, continua o pai, dizendo para o menino.

Em vez de atirar no garoto, o soldado israelense se aproxima, estende a mão e conversa um pouco com a criança.

O pai, então, insiste na tentativa de irritar os soldados e pede que seu filho atire pedras contra os oficiais. Mais uma vez, o garoto dá sinais de que não entende o que está acontecendo.

O menino de três anos de idade foi identificado Muhammad Suroor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.