A falta de esperança entre os grupos minoritários está cada vez mais acentuada; as taxas de suicídio estão aumentando, inclusive entre os cristãos

 4581983

Relatórios recentes, publicados pelo governo indiano, mostram que as taxas de suicídio no país estão aumentando entre os dalits, tribais e até mesmo entre os cristãos. Parece que a falta de esperança entre os grupos minoritários da Índia está cada vez mais acentuada. Os líderes cristãos disseram que é preciso ver com mais cautela esses relatórios para entender o motivo pelo qual os cristãos se incluem neles. Mas eles também ressaltaram que os níveis de discriminação que essas comunidades enfrentam são alarmantes.

O Secretário da Comissão Nacional de Bispos Indianos para Dalits e Indígenas, Z. Devasagayaraj, comentou: “Isso é muito preocupante já que o cristianismo luta tanto pela vida”. O outro grupo excluído socialmente é composto pelos “dalits”, já discriminados naturalmente pela sociedade indiana. Trata-se do grupo de pessoas que violou o “sistema de castas”, que determina a função de cada pessoa. Teoricamente, esse sistema foi abolido em 1950, mas ele ainda é praticado e interfere muito na qualidade de vida dos cidadãos.

Os dalits são os “excluídos” e são conhecidos como “intocáveis”, condenados a fazer o “trabalho sujo” dentro da sociedade, como limpar esgoto, recolher o lixo ou enterrar os mortos. Ser rejeitado dessa forma não é fácil, mas ser um dalit e cristão ao mesmo tempo, faz com que a pessoa se sinta ainda mais desprezada e humilhada. Daí a suposta explicação para os suicídios no meio cristão. A falta de perspectiva sobre o futuro da igreja na Índia é grande. Em suas orações, interceda pelos cristãos indianos perseguidos.

FontePortasAbertas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.